Marketing Regionalizado: ações pensadas para sua localidade

A era digital trouxe importantes mudanças em como se fazem campanhas publicitárias. Cada vez mais temos ações segmentadas, voltadas a públicos bem definidos através da coleta de dados na internet. Nesse contexto, temos o marketing regionalizado como uma valiosa estratégia de nicho. 

Do que se trata o marketing regionalizado? 

Já comentamos anteriormente que cada vez mais precisamos ser assertivos nas campanhas e na forma de nos comunicarmos com o público. Isso ocorre porque com clientes cada vez mais exigentes, em um mercado com muitas opções similares, existe a necessidade de lhes oferecer um diferencial. 

Um exemplo bom é a questão das redes sociais e a importância de saber se aquela na qual você tem um perfil, vai atingir exatamente os clientes potenciais que você procura. A análise é simples: se você tem um produto ou serviço voltado para um público na faixa dos 40+, será pouco efetivo fazer ações no tiktok, onde o grande público é na faixa de até 20 anos. 

Por que citar tudo isso é importante? Pelo fato que o marketing regionalizado funciona exatamente da mesma forma. Ele é uma vertente dentro do próprio marketing digital, mas com foco em criar campanhas e ações voltadas para regiões específicas. 

Neste caso, podemos incluir costumes, gírias locais, especificidades climáticas, entre outros. Como falamos de um país continental, de regiões com hábitos tão distintos entre si, segmentar as ações pode ser o grande diferencial para sua empresa. 

Como é possível regionalizar o marketing digital? 

Em primeiro lugar é preciso observar quais os pontos principais a serem levados em conta na hora de montar uma campanha de marketing regionalizado. Aqui temos diversas semelhanças com as próprias ações de marketing digital, ou seja: 

  • Oferecer conteúdo de valor para as personas daquela região; 
  • Linguagem personalizada, que tragam jargões, simbologia, entre outros; 
  • Segmentar o SEO de conteúdos digitais, usando palavras-chave que deixe bem definida sua área de atuação. Por exemplo: Mecânica de automóveis na zona central de São Paulo.  

Dessa forma você consegue gerar o mesmo efeito de humanização da marca, que vemos em ações tradicionais de marketing digital, mas com enfoque na comunicação regionalizada. E isso pode se tornar um importante aliado na hora de uma conversão de lead, pois ele sentirá que a marca entende as necessidades dele, em comparação a outra que segue apenas uma linguagem padrão e não personalizada. 

Além disso, ao criar estratégias de SEO otimizadas para sites de busca, você aumenta a possibilidade de atingir exatamente o público da região de atuação do negócio. É aquilo que muitos de nós fazemos quando entramos no Google por exemplo e jogamos determinada loja de produtos ou serviços e complementamos com o lugar onde estamos. 

Com tudo isso em mente, fica mais fácil de ter assertividade na hora das suas estratégias. E é justamente aí que entra a importância da internet, afinal qual lugar melhor para coletar dados e montar sua persona ideal? 

Por que fazer um marketing regionalizado? 

As razões podem ser as mais diversas, mas entre as principais podemos destacar: 

  • Área de atuação da sua empresa – afinal se você tem um negócio presencial na região norte, de nada adiantará conseguir leads na região sudeste não é mesmo? Então focar nas já citadas estratégias de SEO, ajudarão muito as pessoas a encontrarem sua empresa na internet; 
  • Melhorar o retorno sobre investimento (ROI) – Você sabia que é possível regionalizar seus anúncios tanto em redes sociais, como em sites de busca. Usando as ferramentas de análises de dados (como por exemplo o Google Analytics), você pode criar anúncios personalizados para sua região de atuação e investir para que eles sejam distribuídos nela. Com isso, é possível otimizar seus investimos, pois você estará atingindo exatamente o seu público-alvo. 

Cuidados ao fazer o marketing regionalizado e considerações finais 

As vantagens de se fazer uma regionalização do marketing são inúmeras, mas também existem alguns cuidados a serem tomados. A primeira delas se refere justamente as estratégias de SEO. Ao fazê-las, é preciso ter informações precisas sobre termos com os quais seus potenciais leads costumam fazer buscas. 

A razão é: pensem em um produto simples, como o pão francês. Vocês sabiam que temos quase 10 formas diferentes para pedir ele Brasil afora? Enquanto em São Paulo Capital e Grande São Paulo pedimos como pão francês mesmo ou “pãozinho”, no Ceará é “Carioquinha”, em Ribeirão Preto é “Filão”, no Rio Grande do Sul é “cassetinho”, no Sergipe é “pão jacó”, etc. 

Ou seja, se você usar o termo errado, para além de mostrar seu desconhecimento com a região (o que diminui sua chance de criar um vínculo com o público local), a chance de você ser encontrado por seus potenciais clientes, será muito menor. A própria questão de gírias e termos também precisa ser observada com cuidado, para que soe natural e não forçado ao se comunicar. 

Percebem as possibilidades de aproveitar a grande quantidade de dados geradas na internet? Essa assertividade nas ações é uma das grandes vantagens do marketing digital, que além de tudo, possibilita resultados bons, mesmo para aqueles que não tem condições de investir muito. Apenas é preciso tomar os cuidados citados acima, para poder criar ótimas ações regionalizadas. 

Contato

Quer melhorar a comunicação de sua empresa? Tirar um projeto da cabeça e começar a fazer com que ele vire realidade? Entre em contato com nossa equipe. Não trabalhamos com nenhum tipo de pacote pronto, analisaremos a sua necessidade e apontaremos a solução de acordo com o que sua empresa precisar.