As principais tendências de comportamento do consumidor para 2023

Um dos grandes desafios das empresas, assim como do marketing é conseguir definir padrões para o comportamento do consumidor em 2023. Isso deve-se principalmente as rápidas mudanças causadas por esta era digital, além claro da questão pandêmica, que alterou sensivelmente a forma que as pessoas consomem.  

Ainda assim, é possível avaliar algumas tendências baseadas em mudanças que estão em curso e que deverão seguir influenciando o comportamento do consumidor em 2023. 

Avaliar elementos que podem influenciar o comportamento do consumidor 

Não dá para avaliar ou mesmo buscar padrões sobre como os consumidores irão se comportar, sem analisar o cenário do país. Temos em 2023 uma grande mudança nas políticas econômicas, assim como na forma de atuação governamental em relação ao social.  

Tudo isso precisa ser levado em conta, pois poderá interferir no ímpeto de consumo das pessoas ou mesmo retraí-lo. Por exemplo: a sempre falada taxa de juros do Banco Central, interfere diretamente no comportamento do consumidor.  

A razão é que, com juros mais baixos, compras a prazo, assim como a obtenção de crédito, tornam-se acessíveis para um maior número de pessoas, impulsionando o consumo. Por outro lado, em caso de SELIC alta, temos um consumo estagnado. Ela também interfere diretamente no poder aquisitivo da população, já que por conta do efeito cascata, os preços muito mais altos, diminuem o poder de compra do consumidor. 

Outra coisa que deve ser analisada são as políticas governamentais. Facilitação de acesso a crédito, aumento real de salário mínimo e aposentadorias, concessão de benefícios sociais, além da própria liberação de FGTS ou antecipação de 13º, também contribuem para um aumento ou diminuição do consumo das pessoas. 

Estar atento ao cenário econômico lhe possibilita saber se pode ser o momento de ser mais ousado com investimentos ou mesmo mais conservador, buscando apenas manter a estabilidade do negócio. Com isso tudo em mente, vamos analisar o comportamento do consumidor em 2023 

1 – Compras online 

Essa já era uma tendência muito antes da pandemia, mas que por conta dela acelerou rapidamente e sem mostras de retração. Junto com essa comodidade, temos também a questão da automação e dos robôs, que passaram a ser importantes aliados nas decisões de compra dos consumidores. 

Sendo assim, ao longo de 2023, devemos ver sistemas autônomos e robôs ajudar os compradores a tomar decisões sobre suas compras. Entre outras coisas, podemos destacar a possibilidade de comparação de preços entre várias lojas, acesso rápido a informações detalhadas do produto, etc. 

Mas não é apenas isso, pois também temos o fato de que essa automação traz junto a personalização. Ela, a partir de dados prévios ou mesmo fornecidos pelo cliente, poderá lhe trazer recomendações de acordo com seus interesses.  

Outra tendência que temos é a do “provador virtual” (no caso do vestuário), que se valendo da realidade aumentada, pode mostrar aos clientes como eles ficarão com determinadas roupas. Mas não é apenas isso, já que a partir de informações de compras anteriores, as lojas poderão traçar um padrão e oferecer de forma mais precisa peças de vestuário para os clientes, sendo especialmente útil na chegada de novas coleções. 

2 – O aumento no uso de pagamentos digitais 

A pergunta que tem ficado cada vez mais comum para os donos de estabelecimento é: “aceita pix?”. Essa mudança na forma como se efetuam os pagamentos deve seguir como uma das principais tendências de comportamento do consumidor em 2023.  

O pix, ainda que contando com alguns problemas, segue ganhando adeptos a ponto de qualquer carrinho de lanche já ter o seu para o cliente poder pagar. Mas não é apenas o pix que está em alta, mas diversos outros meios, como pagamento por aproximação (seja de cartão ou mesmo de smartphone) contam com a preferência do consumidor. 

Além da praticidade e de não precisar carregar dinheiro (no caso das compras em locais físicos), os consumidores também procuram as vantagens que muitas lojas oferecem. Isso porque normalmente é comum elas trazerem descontos atraentes para pagamentos feitos desta forma ou mesmo outros benefícios como cashback. 

3 – Consumo com responsabilidade ambiental 

Engana-se quem imagina que apenas uns poucos clientes buscam por empresas ecologicamente corretas. Podemos trazer exemplos antigos como empresas de cosméticos que faziam testes em animais, hoje são tidos como inaceitáveis (com razão) por conta de pressão do consumidor, através de boicotes ou mesmo protestos. Da mesma forma, isso se aplica a empresas que não tem consciência ambiental, que não fazem o descarte correto de seus dejetos, entre outros. 

Com as redes sociais não deixando passar praticamente nada que acontece, os consumidores cada vez mais se atentam a negócios que buscam por opções sustentáveis, que economizam água e energia, além de estarem engajadas na luta pela defesa do meio ambiente.  

Só que essa tendência de comportamento do consumidor, deverá ir muito além de 2023, tornando-se inclusive cada vez mais rigorosa com negócios que não busquem a sustentabilidade ambiental. 

4 – Um controle maior sobre suas decisões de compra 

Mais do que apenas uma experiência personalizada na hora de escolher um produto, uma das tendências de comportamento do consumidor em 2023 também é a de clientes mais exigentes com suas decisões de compra.  

Isso se aplica da seguinte forma: experiências de compra que capacitem os clientes com opções de pagamento flexíveis, recursos de personalização e acesso a uma gama mais ampla de produtos. Quem puder se antecipar a isso, terá uma grande vantagem perante a concorrência, pois o consumidor cada vez mais busca o lugar que lhe dá mais liberdade de fazer a compra exatamente ao seu gosto.  

5 – Vendas multicanais 

Outra tendência que deverá seguir para 2023 é a busca do consumidor por empresas que lhes ofereçam a maior gama de opções possíveis para realizar suas compras. Em determinado momento o cliente pode querer fazer a compra numa loja física, mas em outros poderá optar por fazê-la de forma online.  

Dessa mesma forma, tanto durante o processo do funil de vendas, como o pós-venda, deve-se ter o maior número possível de opções, de forma a atender o consumidor de acordo com sua necessidade e preferência. Site próprio, marketplace, redes sociais, WhatsApp, app da loja, telefone, entre outros meios deverão estar disponíveis para atender ao cliente.  

A ideia aqui é justamente um complemento da melhoria na experiência do cliente e também na tendência de personalização no atendimento, pois alguns consumidores irão preferir comprar pelas redes sociais, outros pelo WhatsApp, outros pelo site, telefone, etc. Caberá ao seu negócio ter o maior número de opções possíveis para atendê-los. 

Considerações finais 

Independente da discussão sobre o cenário econômico, as tendências de comportamento do consumidor em 2023 deverão seguir ainda dentro da linha do que começou durante a pandemia: compras online e experiências voltadas ao atendimento tecnológico (especialmente com auxílio da IA). 

Com isso, mesmo negócios majoritariamente físicos, precisarão se adaptar e oferecer opções para aqueles que desejam consumir via digital. Isso não apenas lhe colocará em uma posição favorável, mas dependendo da sua área de atuação, poderá também ser uma questão de sobrevivência, especialmente se seus concorrentes já estiverem fazendo essa transição.

Inspiração, Insights e Estratégias para o seu Sucesso

Quer melhorar a comunicação de sua empresa?

Tirar um projeto da cabeça e começar a fazer com que ele vire realidade? Entre em contato com nossa equipe.

Não trabalhamos com nenhum tipo de pacote pronto, analisaremos a sua necessidade e apontaremos a solução de acordo com o que sua empresa precisar.