Escolha uma Página

 

Essa é uma pergunta que costumamos ouvir com muita frequência. Mas muita mesmo. Quando estamos conversando com alguém, em qualquer situação, e dizemos que trabalhamos com isso, essa pergunta aparece no meio da conversa, dessa forma direta ou em variações do tipo “quanto custaria para eu montar um site para minha empresa?” ou “quanto vocês cobram para gerenciar as redes sociais de meu negócio?”.

É normal que as pessoas perguntem, afinal, o impulsionamento das vendas é o desejo de todo gestor, e sabemos que as ferramentas de marketing ajudam muito nisso. Porém, o que não achamos normal é o tipo de resposta que costumamos ver por aí. Temos duas situações que prejudicam muito o trabalho de marketing e comunicação, e é sobre elas que eu gostaria de falar.

A primeira delas é a solução caseira. Encontramos, principalmente em pequenas e médias empresas, muitas pessoas que não têm o menor conhecimento em marketing cuidando da estratégia da empresa. Como? Elas assistem a vídeos no YouTube, ocasionalmente participam de uma palestra, dão aquela fuçada no Photoshop para ter uma noção de arte, e começam a cuidar da comunicação das empresas. Alguns vão um pouco além, e aprendem a mexer no Wix ou no WordPress, e pronto, a empresa já tem um “webdesigner”.

A segunda resposta que não nos agrada à pergunta inicial deste texto é o pacote de serviços prontos. Temos visto centenas de empresas que já têm pacotes pré-determinados com número de postagens, inclusive já prometendo um desempenho (também padronizado) de visualizações, cliques, chamadas, etc., por um preço já estabelecido, como se fosse um produto.

Visão da Universo Consultoria – Quanto custa uma consultoria em marketing?

Quem chegou aqui deve estar se perguntando: se eles são contra um pacote fechado, como eles dão preço a um serviço?

Pois bem, a resposta é simples, genérica e quase evasiva: DEPENDE. E não é porque queremos ver a cara do cliente e cobrar de acordo com o quanto ele pode pagar. E sim porque queremos atrelar os nossos rendimentos ao desempenho que as nossas campanhas alcançarem. Para isso, precisamos conhecer a empresa, seus reais objetivos, necessidades, etc.

É estranho quando alguém chega para nós e diz: preciso fazer um site e X postagens por semana nas redes sociais, quanto vocês cobram? Não conseguimos responder a essa pergunta por diversos motivos:

1 – Um site pode ser uma página simples com o endereço e o telefone da empresa ou um baita portal com milhares de recursos específicos, que demandam meses de trabalho.

2 – Se a pessoa não tem em formação em marketing, não conhece o assunto e precisa de ajuda, por que ela acha que consegue determinar ao profissional o que ele deve fazer?

3 – O que leva alguém a acreditar que exista um número ideal de postagens em redes sociais? As coisas nessa área são tão dinâmicas que às vezes o que é ideal de manhã deixa de ser à tarde.

Planejar ações de comunicação demanda análise, comparação, determinação de objetivos de curto, médio e longo prazo. Não é uma ação menor ou menos importante para uma empresa, a ponto de fazerem qualquer coisa.
Acreditamos que uma consultoria de marketing se assemelha em muitos aspectos a uma consulta médica. Precisamos saber os “sintomas” da empresa, para então determinar a “doença” e recomendar o melhor “tratamento”.
Aqui na Universo Consultoria, o preço cobrado pelo serviço é assunto muito sério. Temos por política cobrar um valor fixo mais baixo que a média de mercado e um variável de acordo com o desempenho. Isso faz com que o cliente sinta mais segurança de que estamos envolvidos com o projeto, e só receberemos mais dinheiro se trouxermos melhores resultados à empresa. É algo extremamente lógico para nós: só podemos pedir para os nossos clientes “abrirem a carteira” se fizermos algo que permita que ele tenha um maior faturamento. Isso envolve uma longa conversa (que pode ser por WhatsApp, Skype ou pessoalmente, depende da disponibilidade e da preferência do possível cliente) para entendermos o negócio, podermos formular uma estratégia, verificar as necessidades e aí sim então estabelecermos um preço para o serviço.

Da mesma forma que um mecânico precisa ver o carro para ver quanto fica o conserto.

Da mesma forma que um técnico precisa ver o computador para ver quanto fica o conserto.

Da mesma forma que o arquiteto precisa ver a casa para ver quanto fica o projeto.

Na área de marketing, não é diferente. Informação é a nossa principal matéria-prima.

Portanto, se você quer fazer um projeto de marketing para sua empresa, mesmo que nem esteja considerando nos contratar, não pergunte ao seu provedor de serviço quanto ele cobraria para trabalhar para sua empresa. Pergunte o que ele pode apresentar em termos de resultados, em quanto tempo, de que forma. O pagamento deste serviço é uma questão meramente burocrática, se os seus objetivos estiverem alinhados com os dele.

E qualquer coisa que precisarem, como sempre dizemos: Estamos plenamente à sua disposição.

%d blogueiros gostam disto: